Galvão Bueno, jogador de ouro em sua última Copa com a Globo.

galvao-bueno-ultima-copa-do-mundo-com-a-globo

A cada quatro anos, a Copa chega e o patriotismo vai às alturas em todo o mundo. Bandeiras, torcedores emocionados, discussões aquecidas e, no Brasil, a narração inesquecível de Galvão Bueno na Globo. 

Contudo, essa porta é fechada com chave, quase literalmente, de ouro. Isso, porque eu narrador não poupou esforços para fechar acordos milionários de publicidade no seu último ano da Copa do mundo na Globo. 

Acompanha o artigo para entender a estratégia por trás dos contratos de Galvão Bueno seu último ano de narração da Copa do Mundo da Globo. 

Jogador de ouro em sua última Copa do Mundo 

Para o brasileiro, entenderam não entender de futebol, não importa: todo mundo sabe quem é Galvão Bueno.

Com bordões inesquecíveis, que cantam na cabeça do brasileiro sem esforço algum, é impossível pensar em Copa do Mundo sem pensar no narrador que mudou a história do futebol na Globo. 

Contudo, mesmo sem a necessidade de se esforçar para ser lembrado, o locutor fecha essa fase de sua profissão com especulados, 10 contratos publicitários. 

Logo, com 45 anos de profissão, o locutor que é também conhecido como um vendedor de emoções, conta com a publicidade para marcar ainda mais o seu nome em sua última Copa do Mundo com a emissora. 

A estratégia por trás do narrador 

Na publicidade, quem estuda para se tornar um profissional de mídia, aprende a desmistificar um mito extremamente enraizado na área: 

Quem está no topo, e já tem a sua marca com nome consolidado como várias das multinacionais no país, não tem a constante necessidade de ser visto em meios de comunicação 

Como segue um mito, a realidade não é como a descrita. 

Assim, aprendemos que chegar no topo não basta, e é preciso ser visto, lembrado e relembrado para se manter lá. 

O mesmo se dá quando mencionamos o Marketing de Influência. 

Marketing de Influência e Galvão Bueno 

Marketing de influência é, por definição, uma estratégia baseada em plataformas digitais e pessoas que exercem influência em outras. 

Quando o Marketing de Influência conhece o narrador de, em breve, mais de 10 Copas do Mundo e 4 décadas de carreira, a presença digital dirige esse a diversas oportunidades no mundo on-line. 

A Globo, há pouco tempo, não permitia que seus colaboradores dessem sua imagem para campanhas publicitárias, regra que recentemente mudou, permitindo que a emissora também lucrar em cima do uso da imagem de associados a esta.

Com o fim da diretriz, o narrador teve a chance de se associar a várias grandes empresas, incluindo o TikTok, onde o mesmo pode alcançar um extenso número de pessoas, além de explorar outros públicos. 

A ideia central da campanha é fazer o ícone da narração esportiva narrar vídeos de todos os esportes, exercidos por qualquer pessoa. 

A adesão do Marketing de Influência ao promover o fim de Galvão Bueno, em sua última Copa do Mundo na Globo é genial para ele e mesmo para a emissora, assim como enaltecer sua presença no digital. 

A Copa abre portas para muitas discussões e oportunidades na publicidade e em breve, teremos mais o que conversar sobre aqui no blog.

Carolina Glasenapp

Carolina Glasenapp

Planejamento e Conteúdo Estratégico na AMKT ⚡

Compartilhe ⚡

Temos mais conteúdos! ⚡

error: Conteúdo protegido.